Av. Sen. Vergueiro, 4229, SBC, SP  11 4368-7844 contato@enildepsicologa.com.br Deixe brilhar a Luz que há em você!

Perguntas e Respostas

Perguntas e respostas sobre a terapia.

 

-Em que momentos devo procurar um psicólogo?

R. Quando seu comportamento, seus sentimentos, suas emoções ou pensamentos começam atrapalhar de alguma forma a sua vida pessoal, social, familiar, profissional, etc...

-Como a terapia pode me ajudar?

R. A terapia auxilia você a falar sobre si mesmo, a  compartilhar com um profissional seus sentimentos e emoções visando alívio e propiciando melhora na qualidade de vida.

-Quem faz terapia precisa de medicação?

R. A medicação deverá ser utilizada em casos em que é absolutamente necessária, e sob supervisão médica de um psiquiatra, que é o profissional especializado nessa área.Lembrando porém, que os remédios aliviam os sintomas, mas não trabalham com as causas emocionais subjacentes dos distúrbios, pois isso só podem ser atingidas através da terapia.

-As dores físicas são desencadeadas por razões emocionais?

R. Se estamos emocionalmente abalados, o corpo pode ser afetado. O estresse pode se manifestar de diversas formas, de problemas estomacais crônicos a dores de cabeça, resfriados, aumento ou redução de apetite, dores musculares, alergias, etc.

-Como é a primeira sessão?

R. Geralmente o psicólogo vai fazer algumas perguntas sobre você e sua vida. Estas informações vão ajudá-lo a fazer uma avaliação inicial da sua situação. Como por exemplo...se o seu problema pode estar causando dificuldade no seu trabalho, no relacionamento, nos estudos, etc.

- Eu posso fazer perguntas ao psicólogo?

R. Sim. Pergunte como a terapia funciona. Tire suas dúvidas sobre o processo terapêutico, sobre o terapeuta, a durabilidade do tratamento, enfim. Se precisar peça sempre ao terapeuta que repita qualquer coisa que você não tenha entendido.

“ É importante ressaltar que existem atualmente, diversas abordagens da psicologia. As psicoterapias são de diferentes formas e técnicas diversas. Contudo, o tratamento psicológico está na vontade do paciente em querer mudar seus hábitos e comportamentos para ter uma qualidade de vida.”